mariana pereira

Lembro me de quando estavas aqui! A trabalhar ao meu lado..
Foi interessante

Aproximei-me, toquei-te no ombro
“Precisava de ajuda,  
Não estou a conseguir introduzir no sistema”
Senti me despida quando me olhas te e levas te a minha mão ao rato para melhor ajuda,
Debrucei me sobre ti enquanto explicavas, e desejando sentir a tua pele discretamente raspei os meus lábios contra o teu pescoço.

Sussurrei
 "quero te"
(sorris)
"fode me"
Deixo cair um lápis, só para ver o quanto teso já estavas

Venho de novo para a secretária e anúncio "vou tirar a pausa, casa de banho"

Deixo a porta destrancada e vou lentamente desabotoando a camisa
Consigo sentir os meus mamilos tão duros contra o delicado tecido da minha camisa

Desejo te tanto

- Sorrio quando te vejo entrar -

Puxas por mim e apertas me a cintura, começas por beijar me lentamente e segues para o pescoço.

Encostei-me e sinto te teso..
Acariciei-te por cima das calças..

Desço pescoço e empurro te contra porta e trancando-a.

Levo as minhas mãos ao limiar da tua t-shirt e removo..

Beijo te o peito, apreciando cada centímetro da tua pele, musculo, cada centímetro de ti.

Desaperto te as calças e retiro o que tanto quero chupar..

Babo te, e começo por lamber e movimentar a mão.

Sinto te gemer.

Começo por intensificar os movimentos e começo por ir mais fundo..
Retiro te da boca e volto a lamber te como se fosses um chupa..

Agarras o meu cabelo

Puxas me para cima, beijas me de novo e sentes o teu sabor nos meus lábios.

Volto a empurrar te para baixo, mas desta vez removo as minhas calças e cuecas.

Sentas te no chão e puxas me para ti..

Gemo quando sinto a tua língua nos meus lábios..

Sinto a minha respiração cada vez mais intensa, pesada, palavras não chegam para descrever,

Os teus dedos, dentro de mim.
Tremo e vês que está no momento de me sentar em ti.

Entro lentamente, demoradamente,
Apreciando todo teu tamanho e largura,

Agarras a minha cintura
*Gemo*

*Fode me*

Começas por foder me pausadamente,

*Gememos*

Intensificas os movimentos,
Imploro te

“Lambe me”
Levo as minhas mamas á tua boca, e suplico

“Faz me vir”

Viras me de 4, acentuas os movimentos
Sinto te todo dentro de mim, não aguento por muito mais tempo,

*Gemo*
Levas a mão á minha boca para que me calasse..
Puxas pelo meu cabelo,

E acabamos por terminar os dois ao mesmo tempo,

O teu corpo fraco por cima do meu exausto,

Viro me, Beijo te

 

Voltávamos ao trabalho, depois de todo aquele momento atrevido e saciador.