"irracionaliza-me" 

delírios&Devaneios

Fode-me, aqui e agora e sem dó, usa-me, sacia este meu irracional desejo de procriar, instintos
primários de fêmea, agarra-me e abusa-me, abalroa-me de prazer, faz-me delirar, extravasar,
arranca-me a roupa e o orgasmo avassalador que me vai arrasar, foda-se!

Anda, vem, não demores que já não me controlo, é angustiante a urgência que te preciso, este
sufoco, que se foda tudo agora, a minha cona grita e implora pela tua língua quente, faz-me vir
na tua boca por favor, já me toco com os dedos e contorço de tesão, destrói-me, arruína-me,
dá cabo de mim e desta merda que me consome, que me rói a carne e os ossos, o cheiro do
teu sexo que me desorienta mais ainda, quero-o a entrar e a sair da minha boca, agora mete
tudo dentro de mim de uma vez só, não quero que tenhas pena, quero sim que me fodas e me
deixes um farrapo, dá-me com força, mete bem fundo e mata-me de prazer, enlouquece-me,
quero o peso do teu corpo em cima do meu enquanto me fodes com vigor e sem maneiras,
intenso e obsceno, invade-me da maneira que o meu desejo te pedir.

Anda, mata-me esta desinquietante agonia, agora e já!